Descubra a melhor opção para piso de madeira

No mercado de piso de madeira, são várias as opções de revestimento, cada uma com suas vantagens e indicações específicas. Dois tipos que confundem as pessoas com certa frequência são os pisos laminados e os pisos vinílicos.

 

Na hora de optar por um deles, é preciso conhecê-los bem e compreender suas diferenças para tomar uma decisão mais assertiva. Saiba mais sobre as principais características desses dois tipos de piso:

 

 

Piso de madeira laminado

 

 

Os pisos laminados são compostos por camadas de materiais derivados de madeira, como aglomerado e HDF. O revestimento é feito em réguas que recebem uma estampa decorativa revestida por uma resina. Sua instalação é bastante simples, e pode ser realizada num único dia.

 

Deve ser realizada sobre contrapisos secos, limpos e nivelados por uma manta regularizadora. É possível instalar os pisos laminados com cola ou pelo sistema de encaixe.

 

A durabilidade dos pisos laminados é considerada alta, podendo superar 15 anos. Em mudanças residenciais, os pisos desse tipo podem ser desmontados e reinstalados no novo lar. Contudo, esse piso é bastante delicado, e a limpeza deve ser feita com vassouras macias ou aspirador de pó.

 

Para remover manchas, utilize detergente neutro com água, limpe e seque bem, pois esse tipo de piso não pode ficar úmido por muito tempo. Tome cuidado para não riscar a sua superfície com móveis arrastados ou sapatos. Para evitar barulhos excessivos, é recomendada a aplicação de uma manta acústica.

 

 

Piso de madeira Vinílico

 

 

O piso vinílico é feito em placas, réguas ou mantas de PVC. Ele ajuda a absorver os ruídos e a conservar as temperaturas nos ambientes agradáveis, superando os pisos laminados nesses dois quesitos.

 

Pode receber diferentes tipos de estampas, com cores e desenhos variados, inclusive com opções que imitam a madeira de forma bastante parecida. Protegido com resinas específicas, esse tipo de piso mancha muito pouco e é antialérgico, sendo recomendado especialmente para residências com pets e crianças.

 

Sua instalação é rápida, mas os pisos vinílicos só devem ser aplicados sobre superfícies completamente limpas e niveladas. Não é recomendável aplicá-los sobre materiais sujeito ao apodrecimento, como piso de madeira. A exemplo dos laminados, os pisos vinílicos também podem ser colados ou encaixados.

 

Apesar de lidar melhor com a água do que os pisos laminados, os vinílicos também não podem ser encharcados. O sol também pode causar alterações em sua tonalidade. Mais resistente a manchas e bactérias, sua limpeza também pode ser feita apenas com vassoura e pano umedecido com água e sabão neutro.

 

 

Qual escolher?

 

 

Como é possível perceber, cada tipo de piso apresenta seus prós e contras. Quando a prioridade for a praticidade da limpeza, além do conforto térmico e acústico, vale a pena apostar nos pisos vinílicos, que são boas opções para quartos infantis ou de pessoas alérgicas, bem como outros locais internos que não recebem tantas pessoas.

 

Os pisos laminados possuem maior resistência e durabilidade, mas não devem ser expostos à umidade. Um pouco mais sofisticados, têm sua instalação recomendada para salas, quartos e escritórios, mas é preciso lembrar que produzem um pouco mais de ruído do que os pisos vinílicos.

 

Agora que você já conhece as principais vantagens e indicações de cada tipo de piso de madeira, fica mais fácil escolher aquele que é mais adequado ao seu projeto.

 

 

Fonte: https://www.kaporpisos.com.br/pisos-laminados-ou-pisos-vinilicos-descubra-melhor-opcao-para-voce

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *